TRÊS LAGOAS

POLÍTICA NACIONAL

Datena será candidato ao Senado na chapa de Tarcísio, diz Bolsonaro

Publicados

em

source
O apresentador Datena estará na chapa de Tarcísio em SP, segundo Bolsonaro
Reprodução/Instagram

O apresentador Datena estará na chapa de Tarcísio em SP, segundo Bolsonaro

presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou a empresários nesta sexta-feira em São Paulo, durante almoço na casa do ex-presidente da Fiesp Paulo Skaf, que o apresentador de televisão José Luiz Datena (PSC) será o candidato ao Senado por São Paulo na chapa do bolsonarista Tarcísio de Freitas (Republicanos).

Datena, inclusive, esteve presente no almoço e discursou aos presentes. As informações foram reveladas pelo jornal Folha de S.Paulo e confirmadas ao GLOBO por Paulo Skaf.

O evento não constou na agenda oficial do presidente Bolsonaro, que está em São Paulo nesta sexta para participar, à noite, da abertura de um evento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) em Campos do Jordão, na Serra da Mantiqueira. 

O ex-presidente da Fiesp é próximo de Bolsonaro e buscou ser o candidato bolsonarista ao Palácio dos Bandeirantes antes de o presidente escolher Freitas, ex-ministro da Infraestrutura. Agora, sem a vaga ao Senado, Skaf negou que vá disputar cargo de deputado federal nas eleições.

A possbilidade de que Datena fosse candidato na chapa de Tarcísio se tornou mais provável depois que o apresentador trocou o União Brasil pelo PSC. Até então, Datena estava em conversas mais avançadas para apoiar a reeleição do tucano Rodrigo Garcia.

Datena lidera atualmente as pesquisas de intenção de voto para o senado em São Paulo e é tido como favorito para o pleito até o momento. O apresentador já cogitou concorrer a outros cargos políticos no passado, mas sempre desistiu no meio do caminho. Em dezembro de 2021, chegou a dizer ao GLOBO que apoiaria Doria e Garcia nas eleições.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Simone Tebet fala sobre candidatura da 3ª via: ‘Estou preparada’

Publicados

em

source
Simone Tebet fala sobre candidatura da terceira via
Reprodução / CNN Brasil – 25.05.2022

Simone Tebet fala sobre candidatura da terceira via

Nesta quarta-feira (25), durante coletiva de imprensa, a senadora Simone Tebet (MDB) falou pela primeira vez sobre a candidatura da terceira via após o Cidadania anunciar apoio à pré-candidatura de Tebet para concorrer à Presidência da República .

“Aqui eu quero de público dizer que estou pronta e estou preparada. Me sinto honrada com essa missão, ciente das responsabilidades e com fé em Deus de que vamos para o segundo turno e no segundo turno o centro democrático vai ganhar as eleições”, disse ela.

Na ocasião, Tebet falou que quer ‘quebrar’ a polarização que permeia disputa ao Planalto. “São dois lados da mesma moeda que se retroalimentam do discurso ideológico de ódio, que não conhece ou não fala do Brasil real, que hoje passa fome. É contra essa polarização que nós nos apresentamos de uma forma bem objetiva, vamos nos apresentar ao Brasil e dizer: ‘vamos falar menos de Lula e de Bolsonaro e vamos falar mais do Brasil'”, afirmou Tebet.

De acordo com as últimas pesquisas eleitorais, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o atual presidente, Jair Bolsonaro (PL), aparecem em primeiro e segundo lugares , respectivamente, liderando a corrida presidencial.

A senadora também falou sobre a  desistência do ex-governador João Doria (PSDB) da disputa ao Planalto e disse que o paulista “sempre foi um aliado” e que “ninguém vai tirar de Doria o mérito de ter acelerado a compra de vacinas no Brasil”. “O PSDB sempre foi companheiro de luta do MDB e vice-versa. Quando o PSDB esteve no poder, o MDB deu sustento aos oito anos do governo do PSDB. A minha relação com o PSDB é da mais profunda amizade”, acrescentou.

Pressão por saída de Doria

Nesta semana, Doria anunciou a desistência da pré-candidatura ao Planalto devido à falta de apoio político do partido . Em discurso nessa segunda (23), o ex-governador afirmou ia se retirar da disputa por acreditar que a cúpula da legenda escolheria outro nome com mais aderência interna.

O MDB, PSDB e Cidadania têm um acordo para lançar uma candidatura única da chamada ‘terceira via’ , que busca viabilidade para tentar derrotar Lula e Bolsonaro.

A avaliação foi que Doria já tinha chegado a um limite nas pesquisas eleitorais, enquanto Tebet ainda tem margem para crescimento. Doria enfrentava resistências internas no PSDB e dos partidos da ‘terceira via’.

*Em atualização

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO DO SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA