TRÊS LAGOAS

POLÍTICA MS

Rota Bioceânica: Fórum na ALEMS debate benefícios do corredor na América do Sul

Publicados

em

Nos dias 26 e 27 de maio, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) sedia o 1º Fórum “Integração dos Municípios do Corredor Bioceânico’’, com a participação de autoridades nacionais e estrangeiras. O evento – que tem a presença confirmada do ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França, e do ministro do Turismo, Carlos Alberto Gomes de Brito – promoverá a discussão do conjunto de benefícios proporcionados pelo projeto do Corredor Bioceânico. A programação é intensa e abrange palestras, assinaturas de convênios, painéis e mesas redondas.


Presidente Paulo Corrêa durante o lançamento da pedra

fundamental da ponte bioceânica, que ligará as cidades de

Porto Murtinho (MS-Brasil) a Carmelo Peralta (Paraguai)

(Foto: Chico Ribeiro)

“Propomos este grande evento juntamente com o governador Reinaldo Azambuja, o senador Nelsinho Trad, que é presidente da Frente Parlamentar Internacional do Corredor Bioceânico, e o prefeito Valdir Júnior, presidente da Assomasul [Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul]”, destacou o presidente da ALEMS, deputado Paulo Corrêa (PSDB).

O parlamentar também ressaltou a importância do fórum. “Participarão representantes dos governos e embaixadas dos países pelos quais passa a Rota Bioceânica. Vamos discutir acordos, convênios, logística, transporte, taxas aduaneiras, turismo, comércio, energia e mineração. Daqui, sairá uma carta de intenções a ser encaminhada ao Itamaraty”, enfatizou.

“Convido a população para esta programação intensa de trabalho exatamente para entendermos esse fluxo e como vai funcionar as aduanas, como vamos arrumar a construção desse acesso da ponte que sai da BR-267 em Porto Murtinho. É importante a participação de toda sociedade”, convidou Paulo Corrêa.

Para o presidente, o evento também será uma oportunidade para divulgar o potencial turístico de Mato Grosso do Sul. “Precisamos mostrar nossas belezas do Pantanal, as águas cristalinas de Bonito e nosso cartão de visita, que é o Bioparque do Pantanal”, listou o presidente.

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) vem incentivando os prefeitos a participarem do encontro. “Precisamos debater o assunto de interesse do nosso Estado, que vai alavancar a economia de MS e do país”, comentou. 


Interlocução do Ministério das Relações Exteriores com a ALEMS:

Paulo Corrêa e o ministro João Carlos Parkinson de Castro

(Foto: Wagner Guimarães)

O coordenador nacional do Corredor Rodoviário Bioceânico, ministro de carreira diplomática do Ministério das Relações Exteriores, João Carlos Parkinson de Castro, mencionou alguns dos impactos na economia para o Estado e para o país. “Mato Grosso do Sul deverá tornar-se um “hub” logístico nacional, com a redução de custos e do tempo de viagem. O acesso facilitado a produtos asiáticos possibilitará a expansão da base industrial e a inserção nas cadeias globais de valor”, disse.

Ainda de acordo com Parkinson, o corredor promoverá parcerias com produtores argentinos, paraguaios e chilenos. “Isso forçará o empresário sul-mato-grossense a engajar-se nas práticas do comércio exterior, desenvolver sua própria logística e conhecer seu entorno geográfico. O corredor transformará a realidade do Estado e detalhes sobre esses benefícios serão discutidos no fórum”, argumentou.

Serviço

O evento é uma organização do Ministério das Relações Exteriores e realizado pela ALEMS em conjunto com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, a Frente Parlamentar Internacional do Corredor Bioceânico e a Assomasul. O Palácio Guaicurus, sede do Poder Legislativo, está situado na Avenida Desembargador José Nunes da Cunha, Parque dos Poderes, Bloco 9, no Jardim Veraneio, em Campo Grande-MS.

O público poderá acompanhar o evento por meio do canal 9 da Claro Net TV, TV ALEMS, Youtube, Facebook, Rádio ALEMS e aplicativo Assembleia MS (Android/iOS). Para participar presencialmente, será necessário o cadastro por meio do link de inscrição.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MS

Pai adotivo, deputado enaltece Dia Nacional da Adoção e incentiva “escolher amar”

Publicados

em

Nesta quarta-feira (25) comemora-se o Dia Nacional da Adoção, relembrado em tribuna pelo deputado estadual Professor Rinaldo (Podemos), pai adotivo da Lorena, de 12 anos. “A adoção é um gesto de amor maior: você decide amar alguém. É um amor imensurável ser pai, eu sou de cinco filhos e não tem diferença nenhuma entre eles”, afirmou o parlamentar durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Ele citou falas dos idealizadores do Projeto Dar a Luz, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, na Vara da Infância de Campo Grande, que oferece um serviço de acolhimento, apoio e orientação às mulheres/mães que desejam entregar seus filhos em adoção, favorecendo a reflexão sobre o processo de decisão e sobre a importância da entrega responsável – saiba mais sobre o projeto aqui.

“Os idealizadores perceberam que há muito abandono por mulheres que não sabem que encaminhar para a adoção não é crime. A variedade de motivos para não assumir a criança são inúmeras e, às vezes, até incompreendidas por alguns, mas quantas famílias são felizes porque tiveram seus filhos por meio da adoção? Hoje eu já sou avô. E ser pai é incrível. Quanto a adoção, só vivendo para você ver esse amor imensurável. Você escolhe amar”, explicou Rinaldo.

O deputado citou psicóloga do projeto que ressalta justamente o fato de que se não são as mães doando, não teriam pais adotivos sendo tão felizes com a possibilidade de construir uma família. “Tem pessoas que questionam como vamos adotar sem conhecer as origens ou citando casos problemáticos. Mas quantas famílias estruturadas também não passam com problemas com seus filhos biológicos? Outros também citam a questão financeira, mas o projeto deixa bem claro, que a condição financeira não é o item nº 1 para adotar alguém. O que falta hoje não é dinheiro, é amor. Por isso eu parabenizo todos os pais que passaram a ser pais adotivos”, comemorou Rinaldo.

O deputado Herculano Borges (Republicanos) agradeceu parabenizou data comemorativa e a ação dos que escolhem adotar. “A atitude e esse amor tenho certeza que fizeram a diferença na vida da Lorena. Olhando para ela vemos ainda que é sua cara, Rinaldo”, brincou o parlamentar. “Já dizia o poeta: tudo vale a pena, quando a alma é Lorena”, respondeu Professor Rinaldo fazendo paródia de “tudo vale a pena quando a alma não é pequena”, do poeta Fernando Pessoa.

Adoção

De acordo com o Conselho Nacional de Justiça, no país há pouco mais de 4,1 mil crianças e adolescentes aptos para adoção, com a maior parte acima de seis anos. Apenas 282 são bebês, com menos de 2 anos de idade. Atualmente, cerca de 17% das crianças aptas para adoção têm problemas de saúde, 10% têm algum tipo de deficiência, 2.207 têm um irmão ou mais. Por outro lado, também estão habilitados mais de 33,1 mil pretendentes.

Em território sul-mato-grossense, o Tribunal de Justiça Estadual divulgou essa semana que em 2022 um total de 242 pretendentes estão habilitados para adoção e todos estão cadastrados no Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA). Nas instituições de acolhimento no Estado e sob o cuidado de famílias acolhedoras estão 653 crianças e adolescentes acolhidas, porém, destas, somente 83 estão aptas para adoção. Para adotar, é preciso participar do Curso de Preparação à Adoção – clique aqui.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO DO SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA