TRÊS LAGOAS

POLÍTICA MS

Legisladores da América Latina discutem caminhos no pós-pandemia

Publicados

em


Campo Grande sedia de forma híbrida a 24ª Edição da Conferência da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), o maior encontro de parlamentares e servidores do Legislativo da América Latina. O evento acontece no Expo Bosque dos Ipês, de 24 a 26 de novembro e traz como temática central “Unale 25+ – Redesenhando os Caminhos do Parlamento”, comemorando os 25 anos de fundação da entidade, que reúne 27 Casas de Leis Estaduais de todo país.

Como anfitriã, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) participou nesta quarta-feira (24) de diversos painéis – confira a programação completa pelo site oficial do evento aqui – e transmitirá parte do evento ao vivo pela TV Assembleia clicando aqui. “É uma honra para nós sediarmos um evento dessa magnitude. Será uma boa troca de experiências nesses três dias”, considerou o presidente da ALEMS, deputado Paulo Corrêa (PSDB).


Deputados Lidio Lopes e Ivana Bastos estão à frente do evento

Atualmente, o deputado Lidio Lopes (PATRI) é o vice-presidente da Região Centro-Oeste na Unale e presidente da Comissão Organizadora do evento, que está sendo realizado de forma híbrida, ou seja, parte presencial, parte online, em que são esperadas a participação de cerca de 30 mil pessoas.

“Fico até emocionado em recepcionar um evento completo desse. Não foi fácil trazer, concorremos com cinco capitais e vamos mostrar Campo Grande para os 27 estados e mais 30 países que participam. Trouxemos discussões importantes, redesenhando o Legislativo, principalmente no que tange a tecnologia, pois todos viram que tivemos que nos redesenhar na pandemia e esse é o momento de discutir o que deu certo ou errado e mostrar Mato Grosso do Sul e suas belezas naturais para muita gente se encantar e voltar como turista”, destacou o deputado. Lidio Lopes ainda encabeça uma chapa única para se eleger presidente da Unale, com votação a ser realizada na quinta-feira.

A entidade é presidida por Ivana Bastos (PSD), deputada pelo estado Bahia. “Estou com o coração disparado. A gente voltar a se reunir, encontrar as pessoas. Essa Conferência é um recomeço. Temos que agradecer a Deus pelo dia de hoje. Estamos redesenhando esse novo Parlamento, essa nova história que a pandemia nos fez mudar. E quem chega a Campo Grande se apaixona por essa cidade. Foi muito concorrido estar aqui e a biodiversidade conquistou a todos. O evento já está superando as expectativas”, considerou Ivana.

Troca de experiências

O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da ALEMS, deputado Gerson Claro (PP), também participou do evento. “Sempre que a gente tem oportunidade de trocar conhecimento é importante. Também para confraternizar, poder ouvir temas da nossa área, isso vai aprimorar nossa Assembleia. A Unale é um espaço da gente fazer essa troca”, disse Gerson.

Entre os deputados visitantes estava Samuel Carvalho (Cidadania), do estado de Sergipe. “Estou muito feliz de estar aqui no Mato Grosso do Sul,quero parabenizar a Assembleia Legislativa de vocês por fazer esse evento, em que podemos discutir temáticas importantes como o fortalecimento dos municípios, um dos temas abordados no meu painel, muita coisa vem pela frente e precisamos sair mais fortes disso”, disse Samuel.

Igualmente, o deputado Cabo Johony Paixão (PRB), de Rondônia, agradeceu a hospitalidade. “Quero agradecer a generosidade desse povo caloroso. Nosso intuito aqui é saber nos comportar caso venha uma nova onda dessa pandemia, para que possamos dentro das Casas Legislativas falar uma só língua. Vamos sair daqui mais capacitados”, considerou o parlamentar.


Marlene Figueira afirmou que o momento é de atualização

Participando do painel reservado à Associação Nacional de Recursos Humanos do Legislativo, a secretária do Recursos Humanos da ALEMS, Marlene Figueira, afirmou que o momento é de atualização das novas regras.

“Tivemos a Reforma da Previdência, com a previdência complementar, que é uma coisa nossa para o serviço público e vamos ter que fazer também o E-social, outra coisa muito nova, é difícil pelas particularidades que temos no Legislativo e essa troca nos painéis foi boa para obtermos um bom resultado com isso. Nossa atividade, por conta da pandemia, paramos praticamente dois anos com a alteração de pessoal, então a partir de agora precisamos revisar nossos estatutos e planos de cargos e carreiras, assim como as leis, para acompanhar toda essa reforma, com direitos e vantagens, além da aposentadoria”, argumentou Marlene.


Severina da Silva destacou a troca de experiências

A experiência foi semelhante à gerente de Cerimonial da ALEMS, Severina da Silva, que falou sobre o painel da Associação Brasileira dos Cerimonialistas dos Legislativos Estaduais.

“Temos a participação maciça de todos os estados, estou bem feliz de participar com eles, porque os elogios que Mato Grosso do Sul está recebendo são inúmeros. Falamos sobre o papel do mestre de cerimônias e sobre a precedência em solenidades, os pronomes de tratamento, por exemplo, no âmbito do Governo Federal foi disposto um decreto que aboliu o uso de ‘vossa excelência’, mas no Legislativo e no Judiciário permanecem. Então estamos aqui para a troca de experiências, conferindo as inovações e aprimoramento da nossa atividade, para também ter uma sintonia entre os eventos do Parlamento de todo o país”, comemorou Severina.

Saiba mais sobre a conferência clicando aqui.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MS

Saúde em Foco aborda treinamento para cognição e comportamento

Publicados

em


O programa Saúde em Foco, exibido na TV Assembleia, aborda o Neurofeedback, um treinamento que tem como principal objetivo melhorar o funcionamento cerebral por meio da neuromodulação autorregulatória. Esse método não tem efeito medicamentoso e muito menos invasivo no cérebro. Ele é responsável por estimular as habilidades naturais do cérebro, regulando e desenvolvendo suas potencialidades, corrigindo distúrbios, o que contribui para um melhor desempenho cognitivo e comportamental. 

A entrevista é com a psicóloga educacional Cristiane Araújo, que explica o efeito por meio de sensores que captam sinais elétricos provenientes dos neurônios, sendo decodificados e processados por um software especializado. Desta forma, o cérebro é acompanhado em tempo real pela tela de um computador. 

“Com esse treinamento a pessoa é levada, por erros e tentativas, a estimular o cérebro a uma transformação. Em casos de pessoas diagnosticadas com transtorno do déficit de atenção (TDAH), por exemplo, a neurobiologia consiste em lentidão nas áreas frontais do cérebro e dificuldades de concentração. Assim, o neurofeedback treina o cérebro, mantendo o pulso em faixas de frequências que são determinadas para alcançar tais objetivos”, afirma a especialista.

Para treinar o cérebro, eletrodos são colocados na cabeça da pessoa e o programa manda de volta para o cérebro o que está acontecendo com ele, como um espelho, dando reforço sonoro ou por imagens quando ele atinge o objetivo. “Como o nosso cérebro é programado para ser o mais funcional possível, quando o treinamos ele busca um funcionamento mais eficiente, buscando a melhora desta atividade elétrica, deste padrão que pode estar disfuncional”, pontua a psicóloga educacional. Confira esta e outras edições do programa no canal 9 da Claro Net TV, em Campo Grande e no canal oficial da TV Assembleia, no YouTube. 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO DO SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA