TRÊS LAGOAS

POLÍTICA MS

Direto ao Assunto: Conselho Regional de Administração atualiza índice de governança

Publicados

em

O Conselho Federal de Administração (CFA) e o Conselho Regional de Administração de Mato Grosso do Sul (CRA/MS) lançaram a atualização do Índice de Governança Municipal (IGM), uma ferramenta que reúne dados de mais cinco mil municípios em diversas áreas como saúde, educação e infraestrutura.

Para falar do tema o Direto ao Assunto da Rádio ALEMS dessa semana entrevista o diretor do CRA/MS Marcelo Gomes Soares. Segundo o administrador, em ano eleitoral o índice tem objetivo de auxiliar candidatos a traçar planos de governo, além de ser um importante meio para população fiscalizar os investimentos públicos já realizados.

“Os dados consolidados permitem aos candidatos, aos gestores e aos órgãos fiscalizadores ou até mesmo ao cidadão enxergar uma fotografia de como esta a desenvoltura daquele município em três dimensões: finanças, gestão e desempenho”, destacou Marcelo Gomes.

O Conselho Federal de Administração atualiza e deixa disponível o IGM desde 2016 no site https://igm.cfa.org.br/ com acesso para todo cidadão e uma parte exclusiva para administradores, onde é possível comparar dados de desempenho, analisar ranking e até mesmo capacitar-se.

Confira a entrevista completa na Rádio ALEMS.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MS

Pai adotivo, deputado enaltece Dia Nacional da Adoção e incentiva “escolher amar”

Publicados

em

Nesta quarta-feira (25) comemora-se o Dia Nacional da Adoção, relembrado em tribuna pelo deputado estadual Professor Rinaldo (Podemos), pai adotivo da Lorena, de 12 anos. “A adoção é um gesto de amor maior: você decide amar alguém. É um amor imensurável ser pai, eu sou de cinco filhos e não tem diferença nenhuma entre eles”, afirmou o parlamentar durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul.

Ele citou falas dos idealizadores do Projeto Dar a Luz, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, na Vara da Infância de Campo Grande, que oferece um serviço de acolhimento, apoio e orientação às mulheres/mães que desejam entregar seus filhos em adoção, favorecendo a reflexão sobre o processo de decisão e sobre a importância da entrega responsável – saiba mais sobre o projeto aqui.

“Os idealizadores perceberam que há muito abandono por mulheres que não sabem que encaminhar para a adoção não é crime. A variedade de motivos para não assumir a criança são inúmeras e, às vezes, até incompreendidas por alguns, mas quantas famílias são felizes porque tiveram seus filhos por meio da adoção? Hoje eu já sou avô. E ser pai é incrível. Quanto a adoção, só vivendo para você ver esse amor imensurável. Você escolhe amar”, explicou Rinaldo.

O deputado citou psicóloga do projeto que ressalta justamente o fato de que se não são as mães doando, não teriam pais adotivos sendo tão felizes com a possibilidade de construir uma família. “Tem pessoas que questionam como vamos adotar sem conhecer as origens ou citando casos problemáticos. Mas quantas famílias estruturadas também não passam com problemas com seus filhos biológicos? Outros também citam a questão financeira, mas o projeto deixa bem claro, que a condição financeira não é o item nº 1 para adotar alguém. O que falta hoje não é dinheiro, é amor. Por isso eu parabenizo todos os pais que passaram a ser pais adotivos”, comemorou Rinaldo.

O deputado Herculano Borges (Republicanos) agradeceu parabenizou data comemorativa e a ação dos que escolhem adotar. “A atitude e esse amor tenho certeza que fizeram a diferença na vida da Lorena. Olhando para ela vemos ainda que é sua cara, Rinaldo”, brincou o parlamentar. “Já dizia o poeta: tudo vale a pena, quando a alma é Lorena”, respondeu Professor Rinaldo fazendo paródia de “tudo vale a pena quando a alma não é pequena”, do poeta Fernando Pessoa.

Adoção

De acordo com o Conselho Nacional de Justiça, no país há pouco mais de 4,1 mil crianças e adolescentes aptos para adoção, com a maior parte acima de seis anos. Apenas 282 são bebês, com menos de 2 anos de idade. Atualmente, cerca de 17% das crianças aptas para adoção têm problemas de saúde, 10% têm algum tipo de deficiência, 2.207 têm um irmão ou mais. Por outro lado, também estão habilitados mais de 33,1 mil pretendentes.

Em território sul-mato-grossense, o Tribunal de Justiça Estadual divulgou essa semana que em 2022 um total de 242 pretendentes estão habilitados para adoção e todos estão cadastrados no Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA). Nas instituições de acolhimento no Estado e sob o cuidado de famílias acolhedoras estão 653 crianças e adolescentes acolhidas, porém, destas, somente 83 estão aptas para adoção. Para adotar, é preciso participar do Curso de Preparação à Adoção – clique aqui.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO DO SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA