TRÊS LAGOAS

POLÍTICA MS

Deputados avaliam primeiro semestre antes do recesso parlamentar

Publicados

em


.

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) entra em recesso parlamentar e retorna com as atividades no dia 3 de agosto de 2020, ainda em sistema remoto, devido as precauções para evitar a propagação da Covid-19. Nesta quinta-feira (16), os deputados realizaram a última sessão ordinária antes do recesso, totalmente online e transmitida pelas redes sociais oficiais da Casa. Os parlamentares comentaram, na ocasião, as estratégias da gestão diante à pandemia, para que os trabalhos pudessem continuar.

Paulo Corrêa (PSDB), presidente da Casa de Leis, deixou uma mensagem de agradecimento ao encerrar a sessão. “Agradeço a todos e agradeço a Deus. Com carinho, respeito, tomamos cada decisão democraticamente. O plenário é soberano, tenho muito respeito por isso. Todos nós juntos fizemos essa operação no primeiro semestre. Estamos conseguindo dar resposta a Mato Grosso do Sul com o nosso trabalho. Quero agradecer a cada funcionário desta Casa, do mais simples ao mais graduado. Nós aprovamos que voltamos em 3 de agosto e voltamos online, fizemos essa avaliação”, afirmou o presidente.

Leia Também:  Projeto de lei homenageia deputado Onevan de Matos

O presidente, que está se recuperando após ser diagnosticado com Covid-19, também pediu cuidado com a saúde de todos. “Quero agradecer em especial pelo apoio do Eduardo Rocha, que me substituiu na primeira semana de sintomas de Covid-19, que realmente foi difícil. Eu digo que não é brincadeira essa doença e precisamos nos cuidar”, afirmou o deputado.

Evander Vendramini (PP) parabenizou o presidente e Mesa Diretora. “Ninguém esperava que pudéssemos viver um momento tão difícil. A Mesa Diretora, mesmo diante dessa pandemia, soube conduzir o processo online com eficiência e sob o comando do presidente. Desejo saúde a todos”, disse Evander.

Paulo Corrêa falou sobre os números dos projetos apresentados e os trabalhos da Casa, informando que serão publicados no diário oficial. A respeito, Barbosinha (DEM) parabenizou o presidente e disse que “os números são representativos do trabalho de todos os parlamentares”.

Para o deputado Professor Rinaldo (PSDB), o trabalho da ALEMS neste primeito semestre foi de “excelência”. “Quero enaltecer o trabalho de todos e da presidência desta Casa. Nós fizemos um bom combate, defendendo nossas ideias e projetos”, afirmou.

Leia Também:  Paulo Corrêa assume governo e inicia agenda discutindo ações relativas à pandemia

Coronel David (sem partido) também comentou as decisões da gestão da ALEMS. “Agradeço a forma que o senhor e a Mesa Diretora conduziram os trabalhos. O senhor teve coragem de assumir algumas obrigações que depois se tornaram corrente, Mato Grosso do Sul saiu à frente. Nós votamos matérias para ajudar estado e município, de forma remota, continuamos o nosso trabalho. Parabéns a todos”, disse o deputado.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MS

Projeto da ALEMS garante prioridade a educadores na vacinação contra Covid-19

Publicados

em

 

De autoria do deputado e presidente Paulo Corrêa (PSDB), e coautoria dos demais 23 parlamentares da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), o Projeto de Lei 34/2021 é o resultado da união de esforços e atuação política dos deputados estaduais. A matéria apresentada nesta quinta-feira (25) dispõe sobre a prioridade para o recebimento da vacina contra a Covid-19 (novo coronavírus) para os profissionais da educação pública e privada, municipal e estadual, em todo o Estado, será agora encaminhada para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

O direito de preferência à vacinação ficará assegurado aos profissionais pelo Sistema Único de Saúde (SUS). E, compreende todos os envolvidos na comunidade escolar: professores, diretores, coordenadores, gestores das instituições de ensino, profissionais dos outros setores, inspetores, zeladores, porteiros, merendeiras e demais trabalhadores que atuem nas instituições escolares.

Paulo Corrêa considera a volta as aulas presenciais um dos temas mais controversos do momento, e amplamente debatido em plenário. “O projeto garante o retorno seguro das aulas presenciais nas instituições de ensino públicas e privadas, municipais e estaduais, do Estado. A essencialidade dos profissionais da educação, assim como os da saúde, deve orientar a prioridade para sua vacinação, se os profissionais da saúde são fundamentais para a preservação da vida da população em geral, os da educação são igualmente imprescindíveis para propiciar o horizonte de futuro de nossas crianças e jovens”, concluiu o presidente.

Leia Também:  Evolução especial na instalação da 3ª Sessão Legislativa terá o comando de uma mulher

Retorno presencial

Parlamentares debateram o assunto na sessão ordinária de ontemFoto:Luciana Nassar

O tema começou a ser debatido, ainda esta semana, durante a sessão ordinária de terça-feira (23), na Casa de Leis. O deputado estadual Pedro Kemp (PT), presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembleia Legislativa, defendeu que o Governo do Estado retornasse as aulas presenciais somente com a imunização de toda a comunidade escolar. Ontem (24), durante a sessão ordinária, vários deputados voltaram a relatar os pedidos da comunidade escolar e da população sul-mato-grossense para que a Secretaria de Estado de Educação (SED) revisse o início do ano letivo de 2021 com aulas presenciais. O presidente Paulo Corrêa anunciou então a elaboração urgente deste projeto.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

MATO GROSSO DO SUL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA