TRÊS LAGOAS

MUNDO

Taliban ordena que mulheres afegãs voltem a cobrir o rosto

Publicados

em

O governo do Taliban no Afeganistão ordenou, neste sábado, que as mulheres cubram os seus rostos em público, em um retorno a uma política marcante de seu governo anterior linha-dura e um aumento de restrições que causou indignação no país e no exterior.

Um decreto do líder supremo do grupo, Haibatullah Akhundzada, disse que se uma mulher não cobrir o rosto quando estiver fora de casa, seu pai ou parente masculino mais próximo receberia uma visita e poderia ser preso ou demitido de cargos públicos.

“Pedimos que o mundo coopere com o Emirado Islâmico e o povo do Afeganistão. Não nos incomode. Não traga mais pressão porque a história é testemunha. Afegãos não serão afetados pela pressão”, disse Mohammad Khalid Hanafi, ministro da Propagação de Virtude e Prevenção de Vício, em uma entrevista coletiva.

A cobertura facial ideal é a burca azul, que era obrigatória para as mulheres em público durante o governo anterior do Taliban, entre 1996 e 2001, afirmou o grupo.

A maioria das mulheres no Afeganistão usa lenço na cabeça por motivos religiosos, mas muitas em áreas urbanas, como Cabul, não cobrem os seus rostos.

O Taliban recebeu críticas intensas de governos ocidentais, mas também de estudiosos religiosos e nações islâmicas, por limitar os direitos das mulheres, como manter escolas para meninas fechadas.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MUNDO

Assessor especial da Casa Branca se reúne com presidente do Brasil

Publicados

em

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu nesta terça-feira (24), em Brasília, com o assessor especial do governo dos Estados Unidos (EUA) para a 9ª Cúpula das Américas, Christopher Dodd. O encontro ocorreu no Palácio do Planalto e durou cerca de uma hora. 

Horas após a reunião, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil distribuiu um comunicado de Dodd, um ex-senador do Partido Democrata, para informar sobre a conversa. Segundo ele, a visita foi para reforçar o convite para que Bolsonaro participe da cúpula. 

“Nesta manhã, em meu encontro com o presidente Bolsonaro, reiterei o nosso desejo de que o Brasil seja um participante ativo da Cúpula, pois reconhecemos a responsabilidade coletiva de avançar para um futuro mais inclusivo e próspero”, afirmou o norte-americano.

A Cúpula das Américas será realizada entre os dias 6 e 10 de junho em Los Angeles (EUA). O evento reúne líderes de quase todos os países das Américas. O Palácio do Planalto não se pronunciou sobre a reunião entre Dodd e Bolsonaro. Se decidir ir à Cúpula, o presidente brasileiro poderá ter seu primeiro encontro com o presidente dos EUA, Joe Biden, que assumiu o cargo em janeiro do ano passado.  

Ainda em seu comunicado, Christopher Dodd citou os temas principais que serão discutidos durante o evento e reforçou a importância da presença do Brasil. “A Cúpula das Américas se concentrará em algumas das questões mais importantes e compartilhadas de todo o hemisfério, como a garantia de que a democracia seja uma realidade para cada país, nossas metas climáticas compartilhadas, uma resposta mais colaborativa à covid-19 e a abordagem mais profunda do crime organizado e da instabilidade econômica.”

Segundo Dodd, o Brasil tem muito a contribuir nestes temas com os demais presidentes dos países das Américas que participarão da Cúpula. “Valorizamos muito a voz do Brasil enquanto discutimos soluções que ajudarão a construir vidas melhores para as pessoas do nosso hemisfério”, disse.
 

Edição: Fábio Massalli

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO DO SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA