TRÊS LAGOAS

MUNDO

Governo brasileiro cumprimenta presidente eleito da Colômbia

Publicados

em

Dois dias após a vitória nas urnas, o governo brasileiro emitiu uma nota de congratulação ao presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro. A nota oficial do Palácio do Itamaraty foi divulgada nesta terça-feira (21).  

“Ao desejar ao presidente eleito êxito no desempenho de suas funções, o governo brasileiro reafirma seu compromisso com a continuidade e o aprofundamento das relações bilaterais com a Colômbia, com vistas ao bem-estar, prosperidade, democracia e liberdade de nossos povos”, diz o texto.

No domingo (19), o senador Gustavo Petro, economista e ex-prefeito de Bogotá, derrotou o magnata da construção civil Rodolfo Hernández no segundo turno das eleições presidenciais colombianas, com 50,5% dos votos contra 47,3%. Petro será o primeiro presidente de esquerda da história da Colômbia. No final da década de 1970, ele integrou o movimento guerrilheiro M-19, de caráter nacionalista e progressista.

Petro prometeu combater a desigualdade com educação universitária gratuita, reforma previdenciária, reforma agrária e políticas de desenvolvimento sustentável.

Brasil e Colômbia compartilham mais de 1,6 mil quilômetros de fronteira na Floresta Amazônica. O país vizinho possui mais de 50,8 milhões de habitantes e é a terceira maior economia da América do Sul, atrás de Brasil e Argentina.

Edição: Fábio Massalli

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MUNDO

Países ocidentais prometem 1,5 bi de euros em auxílio à Ucrânia

Publicados

em

Países ocidentais se comprometeram nesta quinta-feira (11) a oferecer mais de 1,5 bilhão de euros em dinheiro, equipamentos e treinamento para aumentar as capacidades militares da Ucrânia, que está em guerra contra a Rússia. A informação é do ministro da Defesa da Dinamarca, Morten Bodskov. 

O dinheiro, que foi prometido por um grupo de 26 países em uma conferência em Copenhague, será utilizado para fornecer armamentos, mísseis e munições existentes, para aumentar a produção de armas para a Ucrânia, treinar soldados ucranianos, e retirar minas terrestres de regiões do país destruídas pela guerra. 

“Vamos continuar a auxiliar a Ucrânia em suas necessidades militares”, disse Bodskov a jornalistas no final da conferência que reuniu ministros da área de Defesa da Europa para discutir apoio de longo prazo para a defesa ucraniana contra a invasão russa. 

Os ministros da Defesa de Polônia, Eslováquia e República Tcheca sinalizaram disposição para expandir as produções de sistemas de artilharia, munição e outros equipamentos militares para a Ucrânia, afirmou Bodskov. 

O Reino Unido, que já doou sistemas avançados de armas à Ucrânia e ofereceu milhares de suas tropas em treinamentos militares, prometeu na quinta-feira uma verba adicional de 300 milhões de euros em sistemas de lançamentos de foguetes múltiplos e mísseis guiados M31A1, que podem atingir alvos a até 80 quilômetros de distância. 

“O presidente Putin apostava que em agosto nós estaríamos cansados do conflito e a comunidade internacional teria se espalhado em direções diferentes. Bem, hoje provamos o oposto”, disse o secretário de Defesa do Reino Unido, Ben Wallace. 

Fonte: EBC Internacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO DO SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA