TRÊS LAGOAS

MATO GROSSO DO SUL

Máquinas trabalham na MS-340 para obra de ponte de concreto sobre Córrego Barreiro

Publicados

em

Acesso continua por ponte de madeira até obra terminar

Para quem trafegar pela rodovia MS-340, entre os municípios de Bandeirantes e Rochedo, vai se deparar com a obra de implantação de ponte de concreto, sobre o Córrego Barreiro. As atividades e máquinas estão em campo desde maio deste ano e seguem pelo próximo cinco meses. Fica o alerta aos motoristas sobre a movimentação na pista.

De acordo com a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), não foi necessário por enquanto um desvio no caminho, já que o acesso no local continua por meio de uma ponte de madeira, que fica ao lado da obra, que segue disponível até que a estrutura de concreto seja concluída.

A ponte de concreto no local terá 40 metros de extensão, com 10 metros de largura. Para a realização da obra serão investidos R$ 2,92 milhões de recursos estaduais. O Objetivo é melhorar o tráfego local, tornar o caminho mais seguro e ainda contribuir para o transporte de grãos e produtos da região.

Nova ponte de concreto será instalada sobre o Córrego Barreiro

Os trabalhos para implantação da ponte estão na fase inicial, com limpeza de terreno e serviços de terraplanagem, dentro do prazo estipulado. A ordem de serviço para início das atividades foi dada em 16 de maio deste ano pela Agesul. A nova estrutura ficará próximo a propriedades rurais, vila e inclusive uma escola que atende alunos da região.

Ao todo são 24 obras de pontes de concreto em andamento no Estado, em diferentes regiões, que juntas somam um investimento de mais de R$ 61 milhões. O objetivo é trocar a estrutura de madeira pelo novo modelo.

Leonardo Rocha, Subcom
Fotos: Agesul/Divulgação

Fonte: Governo MS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO DO SUL

Lei quer incentivar a adoção tardia de crianças e adolescentes em MS

Publicados

em

Mato Grosso do Sul, a partir de agora, conta com uma nova lei de incentivo a adoção tardia de crianças e adolescentes e uma semana toda dedicada as discussões sobre o tema. A intenção é estimular esta prática da adoção para esta faixa etária.

A Semana de Incentivo à Adoção Tardia será realizada anualmente, no mês de setembro. As ações serão todas com foco na publicidade em relação aos procedimentos para realização destas adoções, apresentação dos dados do CNA (Cadastro Nacional de Adoção) em relação a crianças e adolescentes aptos a serem adotados e sua respectiva faixa etária, além do número de pretendentes.

O projeto de lei aprovado na Assembleia justifica que cerca de cinco mil crianças e adolescentes aguardam a adoção, enquanto que 35 mil pessoas estão inscritas como pretendentes no Cadastro Nacional de Adoção. Entretanto a preferência é por bebês e a porcentagem dos candidatos vai caindo gradativamente conforme a idade da criança, chegando a menos de 1% dos 8 anos em diante.

 

Katiuscia Fernandes – Subcom

Fonte: Governo MS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO DO SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA