TRÊS LAGOAS

MATO GROSSO DO SUL

Hoje é o último dia para inscrição no Vestibular UEMS 2021

Publicados

em

 

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) encerra as inscrições para o Processo Seletivo Vestibular (PSV) no próximo dia 24 de janeiro de 2021. São 1.101 vagas ofertadas em 14 cidades do Estado. As inscrições devem ser realizadas diretamente pelo site da Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura (FAPEC), por meio DESTE LINK .

É importante ressaltar que os candidatos poderão concorrer a cursos de qualquer uma das Unidades Universitárias da UEMS, abarcando um total de 54 diferentes cursos de Graduação (confira a Tabela dos Cursos AQUI).

Com o objetivo de facilitar a vida dos inscritos e ampliar a participação dos vestibulandos, a UEMS garante a oportunidade dos candidatos de prestar provas em 17 municípios no Estado. Além das 15 cidades que têm Unidades Univeritárias da UEMS (Amambai, Aquidauana, Cassilândia, Campo Grande, Coxim, Dourados, Glória de Dourados, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba e Ponta Porã), as provas também ocorrerão em Corumbá e Três Lagoas. A vantagem é que o candidato poderá escolher o curso de qualquer Unidade Universitária. Num exemplo: se o candidato mora em Dourados e quer cursar Medicina na UEMS de Campo Grande, ele prestará provas no município que reside para o curso da UEMS da capital. Se outro candidato mora em qualquer uma das 17 cidades citadas e quer ingressar em uma das Engenharias que a UEMS oferta (Eng. de Alimentos em Naviraí; ou Eng. Física ou Eng. Ambiental e Sanitária, ambas em Dourados) ele poderá. Todos os cursos estão abertos a esse procedimento, das licenciaturas aos bacharelados.

Leia Também:  Mato Grosso do Sul acumula mais de 2 mil mm de chuva em fevereiro

Confira a Tabela dos Cursos:

Das Inscrições

As inscrições no Vestibular da UEMS têm o custo de R$ 90 e a taxa deve ser paga até 25 de janeiro de 2021. É importante observar sempre o horário de funcionamento do sistema bancário. Não serão aceitos pagamentos por transferências e/ou por agendamento.

A FAPEC reforça também que a inscrição do candidato só será efetivada somente após a confirmação, pela Fundação, do pagamento do valor da taxa de inscrição pela rede bancária. 24 horas após o pagamento, o candidato deverá conferir, no endereço eletrônico www.fapec.org/concursos, se os dados da inscrição efetuada pela internet foram recebidos e se a importância do valor da inscrição paga foi reconhecida. Em caso de não efetivação da inscrição, o candidato deverá entrar em contato com a FAPEC, pelos telefones (67) 3345-5910 ou 3345-5915, para verificar o ocorrido.

Após o pagamento da taxa de inscrição, o candidato não pode alterar o curso escolhido.

Para realizar a inscrição o candidato deverá seguir os seguintes passos:

  1. acessar o site fapec.org/concursos
  2. selecionar o link “Inscrições”
  3. clicar no Processo Seletivo Vestibular – UEMS 2021
  4. optar pelo curso desejado
  5. preencher a ficha de inscrição
  6. indicar a categoria de inscrição para a qual vai concorrer: concorrente de graduação ou treineiro
  7. indicar a modalidade de concorrência da vaga: ampla concorrência ou vagas reservadas (somente para os candidatos que se inscreverem na categoria concorrente de graduação)
  8. indicar a língua estrangeira: inglês ou espanhol
  9. optar pelo município onde deseja realizar a prova: Amambai, Aquidauana, Campo Grande, Cassilândia, Corumbá, Coxim, Dourados, Glória de Dourados, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três lagoas
  10. solicitar ou não o atendimento diferenciado
  11. concordar com as normas do Processo Seletivo Vestibular – UEMS 2021
  12. confirmar os dados
  13. imprimir o boleto bancário da taxa de inscrição.
Leia Também:  Reformas e vacinação definirão os próximos dias do governo, diz Guedes

Das Provas

A Prova Objetiva e a Prova de Redação do PSV-UEMS 2021 serão realizadas presencialmente no dia 06 de fevereiro de 2021, das 14h às 19h, no horário oficial do Mato Grosso do Sul, nos municípios de Amambai, Aquidauana, Campo Grande, Cassilândia, Corumbá, Coxim, Dourados, Glória de Dourados, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três lagoas.

As provas serão presenciais observando as normas sanitárias estabelecidas pelas autoridades estaduais e municipais e pelo plano de biossegurança da FAPEC e da UEMS, visando à segurança de todos os envolvidos no certame.

A Prova de Redação, de caráter classificatório e eliminatório, será aplicada para todos os candidatos juntamente com a Prova Objetiva.

Sobre as Vagas

Para o PSV-UEMS 2021, em cumprimento ao disposto na RESOLUÇÃO CEPE-UEMS Nº 2.182, de 2 de outubro de 2020, a ocupação das vagas oferecidas para cada curso dar-se-á por meio de dois sistemas de ingresso:

Por Acesso Universal (Ampla Concorrência); e

Por Reserva de Vagas em seus cursos:

  • 20% para candidatos ao regime de cotas para Negros (pretos e pardos);
  • 10% para candidatos ao regime de cotas para Indígenas;
  • 10% para candidatos ao regime de cotas para Residentes em Mato Grosso do Sul.

Se inscreva, aqui.

Comunicação UEMS

Fonte: Governo MS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO DO SUL

FundturMS apresenta aos novos prefeitos as ações para o fomento do turismo de MS

Publicados

em


Com um mapeamento completo dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, a Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul quer fomentar o setor nas cidades sul-mato-grossenses. Com este obejetivo, o diretor-presidente  Bruno Wendling, apresentou aos novos prefeitos eleitos em 2020 as ações desenvolvidas para fazer do turismo, uma atividade econômica nos municípios. A reunião foi realizada na última semana na Assomasul, em Campo Grande.

Para Bruno, é importante que os prefeitos que queiram trabalhar o turismo procurem a Fundtur para saber os passos para a estruturação do setor em seus municípios. “Temos o mapeamento completo dos 79 municípios do estado, através do Programa de Classificação Turística dos Municípios, com o monitoramento do desenvolvimento de cada cidade e preenchimento de ficha do produto turístico, o que possibilita o conhecimento de todos os seus atrativos e potenciais turísticos. Enxergando a realidade de seus municípios, os prefeitos poderão direcionar as políticas públicas para o setor e até mesmo entender se o turismo não é uma realidade para eles nesse momento, que existem outras prioridades”, explica.

O Programa classifica os municípios de acordo com seu grau de desenvolvimento, através da análise dos macros critérios, nas seguintes categorias: Semear, Nascer, Frutificar e Colher. O programa busca fomentar o desenvolvimento da atividade turística em seus destinos. A atualização é feita a cada dois anos e a classificação atual pode ser acessada através do site oficial da FundturMS, clicando AQUI.

Leia Também:  Pesca esportiva está liberada nas bacias do Paraguai e Paraná

Wendling fala ainda que uma das ações mais importantes da gestão foi a criação da Lei Estadual do Turismo. “Em 2017 aprovamos a primeira Lei Estadual do Turismo, que garante minimamente a continuidade das políticas públicas no estado. Criamos também o Conselho Estadual de Turismo, liderado pela iniciativa privada e com o apoio do poder público. Isso quer dizer que o CET não precisa parar a cada troca de gestão”.

Este ano ainda está previsto um curso para gestores do turismo, oferecido pela FundturMS, como já foi realizado há cerca de três anos. “Este ano vamos oferecer um curso para os gestores municipais, para que possamos nivelar informações afim de facilitar na hora da elaboração de projetos de captação de recursos para o fomento do turismo e para que o trabalho deles seja mais efetivo” ressalta.

Ações em destaque

Durante a reunião, o diretor-presidente também destacou ações como os editais de apoio a eventos geradores de fluxo turístico, promoção, comercialização e execução de levantamentos estatísticos, o Plano de Retomada do Turismo de Mato Grosso do Sul, apoio e diálogo constante com as Instâncias de Governança Regionais (IGRs), ações de enfrentamento à crise desencadeada pela pandemia de coronavírus juntamente com o Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur) e Ministério do Turismo.

Leia Também:  Quarta-feira de tempo claro e máxima de 37°C no Estado

Entre as ações da Fundtur desde 2017 também estão as campanhas de marketing para a promoção do turismo do MS; apoio a famtours e presstrips; participação em feiras e eventos; capacitações e workshops de forma presencial, online e híbrida; a conquista do selo internacional Safe Travels’ criado pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC – World Travel & Tourism Council), que soma-se ao selo ‘Turismo Responsável – Limpo e Seguro’, do Ministério do Turismo, e também à campanha sul-mato-grossense ‘Vem, mas vem de máscara’; e ainda a campanha de promoção da pesca sul-mato-grossense, lançada neste início de março.

Texto e foto: Débora Bordin, Fundação de Turismo de MS

Fonte: Governo MS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

MATO GROSSO DO SUL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA