TRÊS LAGOAS

ENTRETENIMENTO

Tirullipa polemiza ao defender DJ Ivis: “Ele merece uma nova chance”

Publicados

em


source
Tirullipa e DJ Ivis
Reprodução Instagram

Tirullipa e DJ Ivis

Tirullipa, filho do comediante e deputado federal Tiririca, se envolveu em uma polêmica nos últimos dias. Em vídeos publicados no Instagram, a partir do recurso stories, ele defendeu DJ Ivis, que foi preso por agredir a esposa, e disse que o mesmo merece uma segunda chance.

“Não é justo o que ele fez, mas Deus vai tocar ele. Eu tenho certeza que ele vai voltar transformado um dia. E a gente vai dar oportunidade, sim, porque o mundo é de oportunidades, tem que perdoar. Jesus morreu na cruz por nós, perdoou todos nossos pecados. Tem que perdoar. Seja como for, faça como Jesus fez… porque você pode ter a carreira que tiver, a o dinheiro que tiver, mas sem Deus você não é nada”, discursou o influenciador.

Em pouco tempo, os vídeos de Tirullipa começaram a circular pelas redes sociais. No Twitter, usuários da plataforma teceram críticas a ele. “Não, Tirulipa… o perdão ele que peça a Deus, o que ele fez com a mulher é imperdoável, todo casal tem seus desentendimentos, a partir do momento que vai para agressão verbal e física, acabou, óbvio que o cara tem vantagem, a sociedade hoje não perdoa mais, não passe pano para isso”, deliberou um seguidor que foi identificado como Will.

“Tirullipa, bolsominion, enfiando religião para defender um agressor. Não sei porque, mas nada disso me surpreende”, comentou outra, que foi identificada como Maria Beatriz. “Vamos parar de fazer pessoas estúpidas famosas?!”, encerrou Isabelly Faria no Twitter.

A publicação do filho de Tiririca revoltou ainda mais os internautas, pois antes da prisão de DJ Ivis ele compartilhou uma imagem no Instagram se posicionando contra violência doméstica. “Dói muito, sou pai de duas meninas e não quero que isso acontecesse a elas”, escreveu o humorista na postagem. 



Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Festival de música reunirá 5 mil pessoas sem máscara para vacinados e testados

Publicados

em


source
Festa no Rio de Janeiro não terá máscaras
Reprodução/Pixabay

Festa no Rio de Janeiro não terá máscaras

Um dos eventos-teste autorizados pela Prefeitura do Rio nesta quarta-feira, um festival de música eletrônica acontecerá nos dias 2 e 3 de outubro no Alto da Boa Vista, na Zona Norte do Rio, para um público de até 5 mil pessoas.

Conforme autorização da Secretaria municipal de Saúde (SMS), os organizadores do evento já anunciaram que não exigirão uso de máscara nem distanciamento dos presentes, que deverão, por sua vez, apresentar vacinação contra a Covid-19 em dia e diagnóstico negativo para a doença.

Segundo descrição num portal de venda de ingressos, o evento é uma comemoração ao aniversário de 30 anos do DJ Pedro Lucena, que empresta à festa seu nome artístico. Com ingressos que custam até R$ 495, a Lucce Party acontecerá na casa de eventos Fábrika, um salão de festas nobre localizado na Estrada de Furnas, e promete uma noite inteira de full open bar, com uísque, cerveja, gin tônica e “special drinks”.

De acordo com solicitação enviada pela organização da festa à SMS, o evento deve reunir no mínimo mil pessoas. O objetivo, segundo o texto de divulgação escrito por Lucce, é “juntar amigos do Brasil todo numa festa incrível”. Os ingressos custam R$ 253 para mulheres (R$ 230 a entrada, mais R$ 23 de taxa pela compra) e R$ 495 para homens (R$ 450 a entrada, mais R$ 45 de taxa pela compra).

O aniversariante tocará na ocasião junto a outros DJs, como a influenciadora digital Bruna Lennon, ex-namorada do ator José Loreto. “As atrações convidadas foram escolhidas para minuto a minuto crescer a vibe, juntar as emoções e fazer a energia de todos se transformar em algo singular, o famoso além”, diz o convite disponível na internet.

O texto frisa ainda que a comemoração acontecerá “nos moldes de festa, sem distanciamento e sem o uso de máscaras”. “A comemoração do aniversário do nosso DJ será linda! Faremos uma noite histórica com todos vacinados e testados”, diz a descrição.

“Ainda soa como um sonho para nós, e se é um sonho, será um desses que viveremos juntos! Para tal, será necessário estar com a vacinação contra a Covid-19 em dia, apresentando o certificado no Conecte-SUS e ainda apresentar resultado negativo para exame swab antígeno realizado nas últimas 48h antes do início do evento”, completa o texto.

O convite destaca que a Lucce Party é “o primeiro evento-teste da cidade do Rio de Janeiro”. No entanto, nesta quarta-feira, a prefeitura também deu aval a um evento que acontecerá um dia antes, no Copacabana Palace, na Zona Sul: uma festa de anivesário de 16 anos, com autorização para reunir um público de cerca de 400 pessoas.

Além destes, um terceiro evento-teste recebeu a chancela da prefeitura para acontecer em outubro no Rio. O festival “Rock Brasil” está marcado para os dias 13 a 31 e pretende juntar até 5 mil pessoas na Praça da Pira, no Centro.

Por decisão da prefeitura, nenhum dos três eventos estará obrigado a exigir uso de máscaras ou de distanciamento social, desde que cumpridos os requisitos de testagem prévia e comprovação de vacinação em dia. Especialistas ouvidos pelo GLOBO criticam o posicionamento do município de desobrigar a proteção facial e a distância mínima entre os participantes.

Fonte: IG GENTE

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO DO SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA