TRÊS LAGOAS

ECONOMIA

Idosa que teve raspadinha roubada na Itália receberá o prêmio

Publicados

em


source
Idosa finalmente poderá retirar o prêmio de 500 mil euros (cerca de R$ 3 milhões)
Pixabay

Idosa finalmente poderá retirar o prêmio de 500 mil euros (cerca de R$ 3 milhões)

A idosa de Nápoles, sul da Itália, que teve um  bilhete de raspadinha furtado no início deste mês finalmente poderá retirar seu prêmio de 500 mil euros (cerca de R$ 3 milhões). 

O roubo ocorreu na tabacaria onde a senhora de 70 anos havia comprado o bilhete. O autor do crime foi o próprio dono do estabelecimento, Gaetano Scutellaro, de 57 anos, após ter descoberto o valor que a mulher receberia.

Scutellaro ainda tentou fugir para a Espanha e chegou a esconder o bilhete em um banco, mas acabou preso. Após ter alegado inocência, ele admitiu o furto e pediu perdão à idosa.

O bilhete premiado, no entanto, só foi liberado pelo Ministério Público de Nápoles na última quarta-feira (22), já que há uma investigação aberta contra Gaetano Scutellaro por furto agravado e tentativa de extorsão – ele havia dito que devolveria a raspadinha se a mulher dividisse o prêmio.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ECONOMIA

Caminhoneiros prometem greve em novembro se governo não baixar preço do diesel

Publicados

em


source
Caminhoneiros prometem greve em novembro se governo não baixar preço do diesel
Reprodução/CNN

Caminhoneiros prometem greve em novembro se governo não baixar preço do diesel

Alguns  grupos de caminhoneiros prometeram, após reunião no Rio de Janeiro, uma nova paralisação a partir de 1º de novembro caso suas reivindicações não sejam atendidas pelo governo federal, entre umas das principais está a queda do preço do diesel. No encontro, associações de motoristas decidiram declarar “estado de greve” de 15 dias caso as reinvidicações não sejam ouvidas. As informações foram publicadas pelo ‘portal uol’.

Além da reivindicação para diminuir o preço do diesel, os caminhoneiros reivindicam também a “defesa da constitucionalidade do Piso Mínimo de Frete” e o retorno da aposentadoria especial após 25 anos de contribuição ao INSS.

“Ficou decidido que vamos dar 15 dias para o governo responder”, declarou Luciano Santos Carvalho, do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens da Baixada Santista e Vale do Ribeira.

“Se não houver resposta de forma concreta em cima dos direitos do caminhoneiro autônomo, dia 1º de novembro, Brasil todo parado aí”, completou, em um vídeo feito após a reunião no Rio e que já circula pelas redes sociais.

A greve não é apoiada pela Abcam (Associação Brasileira dos Caminhoneiros). Os grupos de caminhoneiros autônomos têm ensaiado novas paralisações desde o primeiro semestre, em meio a reivindicações de direitos para os motoristas independentes e diminuição do preço do diesel.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO DO SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA