TRÊS LAGOAS

ECONOMIA

Aeroporto Internacional de BH recebe doses da vacina de Oxford

Publicados

em


source

Contato Radar

Aeroporto Internacional de BH recebe doses da vacina de Oxford
Gabriel Araújo

Aeroporto Internacional de BH recebe doses da vacina de Oxford

CNF ao vivo – O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (CNF) recebeu na manhã deste domingo (23) cerca de 190 mil doses da vacina AstraZeneca, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford, na Inglaterra.

A operação foi realizada pelo Embraer 195 cargueiro da Azul, que partiu do Rio de Janeiro (GIG) e pousou no aeroporto mineiro às 09h45. Trazida ao Brasil pela Emirates na sexta-feira (22), as duas milhões de doses do imunizante chegaram em São Paulo (GRU), sendo transportadas ao Rio de Janeiro (GIG) logo após e distribuídas pelo país através de voos da Azul, GOL e LATAM.

Após o pouso, a carga foi retirada e seguiu de caminhão até a Central de Rede de Frio de Minas Gerais, sendo escoltada pela Polícia Militar de Minas Gerais e da Polícia Federal. Já a aeronave seguiu de Confins para Palmas (PMW) e posteriormente para Campo Grande (CGR).

Você viu?

Abaixo, veja fotos da operação:

Leia Também:  Justiça dá 72 horas para Bolsonaro explicar troca no comando da Petrobras

O post Aeroporto Internacional de BH recebe doses da vacina de Oxford apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

COMENTE ABAIXO:

Propaganda

ECONOMIA

STF adia decisão sobre demissão em massa sem negociação sindical

Publicados

em


source
Ministro Dias Toffoli pediu mais tempo para analisar a medidas
Divulgação

Ministro Dias Toffoli pediu mais tempo para analisar a medidas

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o julgamento sobre a legalidade de demissões em massa sem prévia negociação com sindicatos . A suspensão foi causada por um pedido de destaque do ministro Dias Toffoli. Não há prazo definido para que o tema volte à pauta.

O tema era julgado em um recurso com repercussão geral pautado no plenário virtual, ambiente em que os ministros têm um prazo para votar por escrito remotamente. O julgamento seria encerrado na terça-feira (23).

Com o pedido de destaque, o caso deve ser remetido ao plenário físico, em que as discussões têm sido realizadas ao vivo por videoconferência, devido à pandemia de covid-19 . Cabe agora ao presidente do STF, Luiz Fux, reinserir o assunto na pauta de julgamentos.

No caso concreto, que embasa a discussão no Supremo, é questionada a dispensa coletiva de 4 mil funcionários pela Embraer em 2009. Em geral, o entendimento da Justiça do Trabalho tem sido o de que é necessária a negociação prévia com sindicatos antes das demissões em massa.

Leia Também:  Justiça dá 72 horas para Bolsonaro explicar troca no comando da Petrobras

Você viu?

Neste mês, por exemplo, diferentes liminares concedidas por juízes trabalhistas proibiram a  Ford  de demitir funcionários de fábricas na Bahia e em São Paulo , após a montadora ter anunciado o encerramento de sua produção no Brasil.

Votos

Até a suspensão, dois ministros haviam votado por autorizar as demissões em massa – o relator, Marco Aurélio Mello, e Alexandre de Moraes. Os demais ainda não tinham se manifestado. 

Para Marco Aurélio, a “dispensa em massa de trabalhadores prescinde de negociação coletiva”. O ministro do STF entendeu que as empresas têm direito a enxugar seu quadro de funcionários para fugir “à morte civil, à falência”.

Desse modo, Marco Aurélio considerou constitucional o Artigo 477-A da Consolidação das Leis do Trabalho, cuja redação, introduzida pela reforma trabalhista de 2017, autoriza a dispensa coletiva sem prévio acordo coletivo com sindicatos.

Leia Também:  Tabela do IR está desatualizada em 113%; veja como ficaria o valor corrigido

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

MATO GROSSO DO SUL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA