TRÊS LAGOAS

BRASIL

Prazo para assinatura do termo de adesão da Bolsa Atleta vai até quinta-feira (19/05)

Publicados

em

O prazo para a assinatura do termo de adesão do Programa Bolsa Atleta vai até quinta-feira (19/05) para os contemplados pelo edital 2022. Todo o processo deve ser feito de forma digital, dentro da Área Restrita do atleta no sistema online do programa, com o uso de login e senha pessoais. Não é necessário nenhum encaminhamento via Correios, upload de anexos ou encaminhamento por e-mail.

Após a assinatura digital, o sistema atualizará o status para “Enviado para Anuência”, o que significa que o termo foi recebido pelo Ministério da Cidadania. Em caso de dúvidas, o atleta pode entrar em contato pelo Whatsapp: (61) 99321-0015.

A lista com os 6.374 atletas contemplados no edital 2022 do Bolsa Atleta foi publicada pelo Ministério da Cidadania no dia 18 de abril, por meio da Portaria nº 762. Uma das principais iniciativas de patrocínio direto a esportistas de alto rendimento no mundo, o programa da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania é citado por 99,74% dos beneficiários como único patrocínio a que têm acesso.

No total, são 3.548 homens e 2.826 mulheres contemplados, a partir de um investimento de R$ 82,8 milhões. Somados aos 349 da Bolsa Pódio – categoria mais alta do programa, que tem edital separado e é voltada para classificados entre os 20 primeiros do ranking mundial –, o total de atendidos chega a 6.723. O investimento federal para pagamento anual do programa como um todo chega a R$ 128 milhões.

Com informações do Ministério da Cidadania

Fonte: Brasil.gov

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

BRASIL

Governo Federal lança serviço inédito de emissão de alertas de desastres em parceria com WhatsApp e Robbu

Publicados

em

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), lançou, em parceria com o WhatsApp e o grupo Robbu, um serviço inédito de envio de alertas de desastres por meio do aplicativo em todo o país. Na quarta-feira (29/06), o ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, assinou o Acordo de Cooperação Técnica (ACT) para dar continuidade ao desenvolvimento do projeto, que estará disponível para acesso da população em até 60 dias.

Atualmente, a população brasileira recebe alertas de desastres por SMS, Telegram, TV por assinatura e, também, pelo Google. A ampliação desse serviço pelo WhatsApp é uma iniciativa inovadora do mundo e que atende a uma importante demanda da Defesa Civil Nacional.

“Ter toda essa estrutura e permitir que o cidadão seja alertado de um perigo e possa, por meio da ferramenta e do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sinpdec), receber orientações sobre medidas de autoproteção, que é a principal metodologia de prevenção de desastre, era um grande sonho”, destacou o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas. “Nunca saberemos quantas vidas o WhatsApp vai salvar de agora em diante, mas podem ter certeza de que serão muitas”, completou.

Para ter acesso ao serviço, será necessário se cadastrar, a partir da disponibilização de um número, e, em seguida, interagir com o chatbot. Na sequência, o usuário poderá compartilhar sua localização atual ou qualquer outra do seu interesse e, dessa forma, receber os alertas para aquela região, além de dicas de autoproteção, melhores rotas de evacuação no caso de um desastre e até alertas ativos em outros estados do Brasil.

Os usuários interessados em receber alertas pelo WhatsApp no futuro já podem acessar o canal oficial da Defesa Civil Nacional e se cadastrar. Para isso, basta enviar um “oi” no aplicativo para o número 61 2034-4611 e iniciar a interação. Assim que o serviço de alertas, integrado à Interface de Divulgação de Alertas Públicos (IDAP), estiver funcionando, o usuário será informado pelo chatbot.

Confira abaixo a íntegra do evento de lançamento:

Com informações do Ministério do Desenvolvimento Regional

Fonte: Brasil.gov

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO DO SUL

MAIS LIDAS DA SEMANA